Loading...
Wilhelm Reich e as Psicoterapias Corporais2018-10-17T09:32:29+00:00

Wilhelm Reich e as Psicoterapias Corporais

Wilhelm Reich foi um psicanalista austríaco que, a partir da década de 1930, após romper com a concepção freudiana, desenvolveu uma abordagem própria de psicoterapia que incluía o trabalho direto sobre o corpo do paciente.
Reich foi, assim, pioneiro ao incluir o corpo no processo analítico e conceber o indivíduo como uma unidade funcional soma/psique na qual nossas emoções e experiências estão contidas.

A sua abordagem terapêutica combina o trabalho com processos energéticos, movimento, postura, expressão emocional, imagens, análise psicológica e experiência relacional. Um dos objetivos é a liberação das tensões musculares crônicas no organismo e facilitar a autorregulação. Envolve exercícios e massagens que recuperam a espontaneidade dos movimentos, restaurando a vitalidade. O processo terapêutico inclui a conscientização de formas crônicas de agir que impedem a alegria e o prazer de viver.

Influenciadas pelas propostas reichianas, surgiram posteriormente, na segunda metade do século XX, diversas escolas de psicoterapia corporal. Todas partilham, em maior ou menor grau, da visão geral descrita acima, cada uma com variações específicas quanto à teoria e à metodologia clínica.

Entre estas, podemos citar a Psicologia Biodinâmica de Gerda Boyesen, a Análise Bioenergética de Alexander Lowen, a Biossíntese de David Boadella, a Psicologia Formativa de Stanley Keleman, a Vegetoterapia Caracteroanalítica de Federico Navarro, a Energética da Essência de John Pierrakos, entre outras.