Singularidade: cada ser humano é único e deve ser compreendido e respeitado em sua especificidade.

Carta de Princípios do IBPB

História – A Psicologia Biodinâmica no Brasil

A Biodinâmica começou seu caminho em terras brasileiras, de forma mais constituída, em 1993, quando se iniciou a primeira turma de um Curso de Formação em Psicologia Biodinâmica na América Latina reconhecido oficialmente por Gerda Boyesen. Esta turma, juntamente com outras que se seguiram, constituiu o embrião que depois resultou na constituição formal do Instituto Brasileiro de Psicologia Biodinâmica (IBPB) em 1997.
Alguns analistas brasileiros estiveram em contato com a Psicologia Biodinâmica na Europa ao longo das décadas de 1970 e 1980, sendo influenciados por suas teorias e técnicas. Em grupos de estudo, cursos e supervisões, muitos outros profissionais tomaram contato com essas novas ideias trazidas por eles e as assimilaram, em geral de forma difusa, juntamente com elementos de outras escolas neorreichianas.

Era uma época em que a divisão entre as diversas formas de psicoterapia corporal não era tão nítida e todos estudavam e praticavam um pouco de tudo. Em São Paulo, entre os primeiros terapeutas que ajudaram a difundir os ensinamentos biodinâmicos, podemos destacar Antonio Carlos Godoy, Maria Mello, Regina Favre e Rubens Kignel. Rubens foi professor de Biodinâmica em diversos cursos de psicoterapia corporal nesses primeiros tempos.
Gerda e Ebba estiveram algumas vezes em nosso país nessa época, o que também contribuiu para a disseminação dessa abordagem. Mas a Psicologia Biodinâmica continuou sem uma estruturação independente. Apesar da publicação (organizada por Rubens Kignel) dos Cadernos de Psicologia Biodinâmica (em três volumes, no ano de 1983) e do livro Entre Psiquê e Soma, de Gerda Boyesen (em 1986), não havia um Curso de Formação em Psicologia Biodinâmica no país.

Esta situação só mudou em 1993, quando André Samson, que havia realizado a formação completa no Instituto de Gerda em Londres e trabalhado por diversos anos como analista biodinâmico nessa cidade, retornou ao Brasil e lançou, com Ricardo Rego, um curso de Massagem Biodinâmica, cujos desdobramentos levaram à constituição do IBPB.

Na década de 1990 aconteceram também algumas turmas de formação em Psicologia Biodinâmica ministradas por Christiane Lewin, François Lewin e Rubens Kignel em São Paulo. Alguns dos profissionais formados nesses grupos hoje são professores do IBPB.

Atualmente, o IBPB é a única instituição que ministra Cursos de Formação em Psicologia Biodinâmica no Brasil, estando presente em Curitiba (em convênio com o Instituto Reichiano de Curitiba), Natal, Rio de Janeiro, São Paulo e Taubaté.

A Psicologia Biodinâmica, tal como é praticada e ensinada no IBPB, tem evoluído a partir da incorporação de influências diversas. Temos buscado um contato cada vez maior com as raízes originais desta abordagem nos ensinamentos de Sigmund Freud e Wilhelm Reich. Outras vertentes importantes, que cada vez mais fazem parte da maneira com a qual concebemos a Psicologia Biodinâmica atual, são constituídas pela obra de Donald Winnicott e pelos recentes avanços da neurociência.

 

SAIBA MAIS:

As origens na Noruega

Gerda em Londres

A Psicologia Biodinâmica no mundo

São Paulo: 11 3251 2985 | Curitiba: 41 3264 9113 | Natal: 84 9406 9965 | Rio de Janeiro: 21 2517-3035 | Taubaté: 12 3631 7282